Unafisco - Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil
São Paulo, 24 de janeiro de 2020 Hora Certa 08h48

ÁREA RESTRITAÁREA RESTRITA

esqueci minha senha

Veja também

Tamanho da Fonte    -A   A   +A
  • Compartilhe

  • Imprimir

10/12/2019 17:33:00

Relatório Doing Business 2020 mantém falta de credibilidade científica de trabalhos anteriores



O relatório Doing Business 2020 do Banco Mundial estima que as horas gastas pelas empresas brasileiras para o cumprimento de suas obrigações tributárias caiu 25%, de 1.958 (2018) para 1.500 horas (2019). Apesar da redução, os números ainda são muito altos se comparados à pesquisa encomendada pela Receita Federal à Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon), em 2016. O relatório indicava 600 horas anuais.

A Receita Federal, que conta com um quadro de Auditores Fiscais dentre os mais capacitados na esfera tributária do País, vem de maneira contínua desenvolvendo mecanismos para melhorar o ambiente de negócios no Brasil. A diminuição do tempo gasto no Brasil explica-se pelos avanços de automação, apuração e recolhimento de tributos constatados nos últimos anos, como é o caso do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped). De todo modo, o resultado do levantamento apontado pela Fenacon ainda é insatisfatório, sobretudo se comparado aos EUA (175 horas anuais). Entre os países da América do Sul, ainda citamos Uruguai (190), Chile (291), Argentina (311,5), Venezuela (792) e Bolívia (1.025).

Ainda que se reconheçam as deficiências, o retrato apresentado pelo relatório do Banco Mundial é uma ficção e baseada apenas em dados, em formulários preenchidos por escritórios de tributaristas e analisados por uma agência de consultoria tributária PwC. Não há uma adequada checagem a respeito da informação inserida nos relatórios.

Para piorar a imprecisão, em 2018 o economista-chefe do Banco Mundial, Paul Romer, afirmou ao Wall Street Journal que o organismo financeiro modificou a metodologia de seus relatórios de maneira intencional para distorcer resultados do ranking de competividade do Chile. Com isso, o país caiu constantemente durante os dois mandatos da socialista Michelle Bachelet e subiu no governo de direita de Sebastián Piñera. O resultado foi uma flutuação de posto entre 25 e 57.

Após o escândalo, Romer disse que o Banco Mundial vai revisar e corrigir os resultados do relatório nos últimos quatro anos. No entanto, isso não vai reverter os investimentos estrangeiros que poderiam ter sido feitos e o impacto disso na formulação de políticas públicas.

Para a Unafisco Nacional, o relatório Doing Business 2020 mantém o defeito dos relatórios de anos anteriores, pois continua a não adotar metodologia científica, portanto, carecendo de credibilidade e prejudicando, injustificadamente, a visão internacional sobre o Brasil.

Manter o elemento P

Ver todas as notícias


ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]

Valor da mensalidade da Unafisco
Para ativos e aposentados: R$ 95,56.
Para pensionistas: R$ 71,67.

Por gentileza, antes de continuar, responda à questão abaixo:

ALGUM ASSOCIADO O INDICOU PARA SE FILIAR À UNAFISCO?


SIM

NÃO

ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]