Unafisco - Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil
São Paulo, 10 de abril de 2020 Hora Certa 12h18

ÁREA RESTRITAÁREA RESTRITA

esqueci minha senha

Notícias Principais

Tamanho da Fonte    -A   A   +A
  • Compartilhe

  • Imprimir

17/03/2020 10:38:00

Adiamento de 18 de março foi pelo bem maior da saúde pública



Mediante a crescente da pandemia do Covid-19, a nova forma do coronavírus, a Unafisco Nacional se posicionou pelo adiamento das manifestações em defesa dos funcionários públicos agendadas para o dia 18 de março. O artigo 196 da Constituição Federal assegura a todos os brasileiros o direito à saúde e este direito deve ser assegurado por meio de ações de contingenciamento e profilaxia contra o vírus.

"Nossos direitos como grupo não podem vir acima dos direitos individuais de toda a população brasileira. Se manifestar nas ruas nesse momento, embora seja fundamental para a sobrevivência de nossas profissões e órgãos de trabalho, seria colocar em risco a saúde pública", aponta o presidente da Unafisco Nacional, Auditor Fiscal, Mauro Silva.

Estado de emergência

O governador João Doria anunciou que a partir desta terça-feira, 17, os funcionários públicos do Estado de São Paulo com mais de 60 anos estão liberados para trabalhar de casa - com exceção das áreas de segurança e saúde. A mesma medida também foi anunciada para os funcionários públicos municipais pelo prefeito Bruno Covas, que decretou estado de emergência na capital paulista hoje pela manhã. Os funcionários mais jovens irão trabalhar em regime de revezamento.

A Unafisco reforça aos contribuintes para que consultem os serviços da Receita Federal que podem ser oferecidos à distância evitando o máximo possível o comparecimento presencial aos postos de atendimento. A RFB oferece atendimento por meio de sistemas, como aplicativos, formulário eletrônicos e no portal e-Cac.

Luta continua

Silva reforça que a defesa pelos direitos dos auditores fiscais e dos servidores públicos não irá cessar nem por um instante. “Continuamos firmes em nosso propósito. Quanto possível pudermos nos posicionar neste 18 de março, melhor. Seja na forma de greve, em manifestações online ou qualquer outro posicionamento que não coloque em risco à saúde da população. É um momento de união não apenas do serviço público, mas de toda a população brasileira pelo bem da saúde pública”, diz.

Segundo ele, a luta não pode perder seu impulso, principalmente nesse momento. Frente aos desdobramentos da pandemia e o isolamento, o governo irá pressionar ainda mais o argumento de que a Reforma Administrativa é saída para a crise. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, liberou os servidores e senadores do grupo de risco para trabalharem em casa e vem estudando com Rodrigo Maia uma maneira de implementar um sistema virtual, como o usado pelo STF. A ideia é não paralisar o trabalho do Congresso por meio de uma votação a distância.

“Os ataques contra nós, Auditores Fiscais, e servidores públicos, não irão cessar. Devemos seguir fortes e unidos. A saúde pública impera por responsabilidade coletiva. É sobre todos, precisamos preservar nossa sociedade de consequências mais graves. Mas, não podemos esquecer nem por um segundo, que passado a ameaça do coronavírus, nós continuamos sendo o inimigo maior do governo”, reforça Silva.

 

Leia também:

Coronavírus: Unafisco Nacional suspende atendimento presencial e divulga contatos telefônicos dos departamentos

 

Manter o elemento P

Ver todas as notícias


ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]

Valor da mensalidade da Unafisco
Para ativos e aposentados: R$ 95,56.
Para pensionistas: R$ 71,67.

Por gentileza, antes de continuar, responda à questão abaixo:

ALGUM ASSOCIADO O INDICOU PARA SE FILIAR À UNAFISCO?


SIM

NÃO

ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]