Unafisco - Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil
São Paulo, 21 de novembro de 2018 Hora Certa 09h43

ÁREA RESTRITAÁREA RESTRITA

esqueci minha senha

Notícias Jurídicas

Tamanho da Fonte    -A   A   +A
  • Compartilhe

  • Imprimir

10/03/2015 10:55:00

Dedução de gastos com educação: Unafisco esclarece efetividade da decisão judicial


Comunicação



Conforme noticiado em 23/12/14, a Unafisco Nacional obteve êxito no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, na ação em que se pleiteia a dedução integral dos gastos com educação para fins de imposto de renda da pessoa física.

A decisão acolheu o pedido da Unafisco, permitindo a dedução integral dos gastos com estabelecimentos de ensino de educação pré-escolar, de 1º, 2º e 3º graus, cursos de especialização ou profissionalizantes, do titular e de seus dependentes, conforme decidiu o desembargador Nelton dos Santos.

Contra essa decisão a União interpôs o recurso denominado agravo regimental, com o objetivo de que a decisão monocrática seja revista pela 6ª Turma. Esse recurso não tem efeito suspensivo, o que significa que a decisão judicial está plenamente vigente e deve ser observada pela RFB. Nesse caso, com maior razão, haja vista que o Órgão Especial do TRF-3 já se pronunciou pela inconstitucionalidade da expressão "até o limite anual individual de R$ 1.700,00 (um mil e setecentos reais)" contida no art. 8º, II, "b", da Lei nº 9.250/95." (TRF 3ª Região, ORGÃO ESPECIAL, ARGINC 0005067-86.2002.4.03.6100, Rel. DESEMBARGADOR FEDERAL MAIRAN MAIA, julgado em 28/03/2012, e-DJF3 Judicial 1 DATA:11/05/2012)

Contudo, algumas dificuldades operacionais se apresentam. O programa de declaração do IRPF não foi desenvolvido para contemplar peculiaridades dessa ou daquela ação judicial. Assim, não há no programa como eliminar a limitação atualmente existente quanto à dedutibilidade das despesas com educação. De qualquer forma, o programa não pode se sobrepor à determinação judicial de que as despesas com educação sejam dedutíveis integralmente na Declaração de Ajuste Anual do IRPF.

É sabido, ainda, que a administração apenas age após a PGFN emitir o parecer de força executória da decisão judicial, o que ainda não ocorreu.

A diretoria jurídica, portanto, orienta os associados a preencherem a Dirpf normalmente, informando o valor total das despesas do titular e dos seus dependentes com estabelecimentos de ensino de educação pré-escolar, de 1º, 2º e 3º graus, cursos de especialização ou profissionalizantes.

Nesse primeiro momento, a dedução integral valerá apenas para os gastos a partir do ano-calendário de 2014. No entanto, como a ação foi proposta em abril de 2013, a diretoria jurídica orienta, ainda, que os associados guardem os respectivos comprovantes desde 2008, pois a ação terá efeitos retroativos, caso ao final seja favorável.

A diretoria jurídica se reunirá com a Receita Federal o quanto antes, para buscar a melhor forma de a decisão judicial ser cumprida, dentro do ano-calendário de 2015.

A Unafisco envidará esforços para resolver no menor tempo possível a questão e voltará a informar seus associados assim que tiver alguma informação nova.


ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]

Valor da mensalidade da Unafisco
Para ativos e aposentados: R$ 91,45.
Para pensionistas: R$ 68,59.

Por gentileza, antes de continuar, responda à questão abaixo:

ALGUM ASSOCIADO O INDICOU PARA SE FILIAR À UNAFISCO?


SIM

NÃO

ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]