Unafisco - Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil
São Paulo, 21 de novembro de 2018 Hora Certa 06h28

ÁREA RESTRITAÁREA RESTRITA

esqueci minha senha

Notícias Jurídicas

Tamanho da Fonte    -A   A   +A
  • Compartilhe

  • Imprimir

05/10/2015 17:05:00

Reajuste dos proventos de aposentadoria e pensão: sentença procedente




Foi julgada procedente a ação judicial proposta pela Unafisco Nacional objetivando que a União proceda ao reajustamento dos proventos de aposentadoria e pensão concedidos com fundamento no artigo 2º da EC 41/2003, aplicando-se índices do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), a partir de dezembro/2003.

Para os casos supramencionados, a EC 41/2003 não conferiu o direito à paridade salarial com os servidores da ativa, porém garantiu o direito ao reajustamento dos benefícios, para preservar-lhes, em caráter permanente, o valor real, conforme critérios definidos em lei (artigo 40, §8º, CF).

Ocorre que somente com a edição da medida provisória 431/2008, posteriormente convertida na Lei 11.784/2008, os proventos de aposentadoria e pensão concedidos com fundamento no artigo 2º da EC 41/2003 passaram a ser reajustados, a partir de janeiro/2008, na mesma data e índice de reajuste dos benefícios do RGPS.

Desse modo, como no período compreendido entre dezembro/2003 e janeiro/2008 não foi concedido qualquer reajuste sobre os proventos de aposentadoria e pensão, a Unafisco Nacional propôs ação judicial, a fim de que sejam pagos os reajustes decorrentes de tal interregno, mediante aplicação dos índices do RGPS.

No mês de setembro/2015, o magistrado julgou procedente, sendo assegurado aos associados (aposentados e pensionistas, cujos benefícios foram concedidos com base no artigo 2º da EC 41/2003) o direito ao reajuste no período de dezembro/2003 a janeiro/2008, pelos mesmos índices praticados pelo INSS no RGPS.

Esclarecemos que a sentença em questão não acarreta alteração imediata nos valores dos atuais proventos de aposentadoria e pensão percebidos pelos beneficiários da ação judicial, o que apenas ocorrerá quando houver o trânsito em julgado favorável da ação. Da mesma forma, os valores decorrentes das diferenças dos reajustes não aplicados serão pagos mediante precatório/requisição de pequeno valor após o trânsito em julgado da ação. 

O magistrado limitou o direito aos associados que estavam filiados a entidade até a data da propositura da ação (5/5/2008).

A Unafisco Nacional informa que irá interpor recurso de apelação ao Tribunal Regional Federal objetivando conferir o direito obtido na demanda em questão a todos os associados independentemente da data de filiação.


ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]

Valor da mensalidade da Unafisco
Para ativos e aposentados: R$ 91,45.
Para pensionistas: R$ 68,59.

Por gentileza, antes de continuar, responda à questão abaixo:

ALGUM ASSOCIADO O INDICOU PARA SE FILIAR À UNAFISCO?


SIM

NÃO

ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]