Unafisco - Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil
São Paulo, 21 de novembro de 2018 Hora Certa 01h44

ÁREA RESTRITAÁREA RESTRITA

esqueci minha senha

Notícias Jurídicas

Tamanho da Fonte    -A   A   +A
  • Compartilhe

  • Imprimir

21/05/2018 10:43:00

Migração do RPPS para RPC: Unafisco impetra MS para garantir valor do benefício especial no termo de opção



Na última sexta-feira, 18/5/2018, a Unafisco Nacional impetrou Mandado de Segurança (MS) na Justiça Federal de Brasília para garantir que o valor do benefício especial (BE) conste de forma explícita no termo de opção daqueles que desejarem optar pela migração do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) para o Regime de Previdência Complementar (RPC), bem como daqueles que já optaram, conforme é assegurado no art. 40 , §16 da Constituição Federal (CF) para aqueles servidores ingressados até 4/2/2013.

Estabeleceu o legislador no âmbito do RPC, por meio da Lei 12.618/16, que os servidores que optarem pela migração do RPPS para o RPC terão direito a proventos de aposentadoria que  serão composto por duas parcelas: a) a primeira, pelo teto do regime geral (INSS) a ser paga pelo RPPS; b) a segunda, relativa ao benefício especial, proporcional ao tempo de contribuição ao RPPS, correspondente à diferença entre a média de 80% das remunerações para aquele regime e a parcela básica, corrigidas pelo IPCA, a ser paga pela União.

O MS foi necessário devido ao fato de a administração pública não estar fazendo constar de forma explícita no termo de opção o valor exato do BE, o que daria maior segurança sobre a vinculação desta ao valor do BE, conforme prevê a lei 12.618/2012.

A atuação da Unafisco nessa questão teve início com a contratação do parecer do ex-ministro do STJ, Gilson Dipp, para esclarecer diversos pontos a respeito do assunto. No parecer, o doutrinador assegurou que a expressão volitiva no momento da opção só estará completa se o valor do BE constar de forma explícita no termo de opção. Sem isso, haveria vício de consentimento.

Em seguida foi realizada consulta ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento, Orçamento e Gestão (MPDG) com as conclusões do parecerista, porém não houve resposta.

Igualmente foi feita consulta à Secretaria da Receita Federal sobre a incidência da contribuição previdenciária sobre o BE, remanescendo sem resposta até a presente data.

O MS, distribuído para a 2ª. Vara do Distrito Federal, deve ter a decisão do juiz singular sobre a liminar nos próximos dias.


ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]

Valor da mensalidade da Unafisco
Para ativos e aposentados: R$ 91,45.
Para pensionistas: R$ 68,59.

Por gentileza, antes de continuar, responda à questão abaixo:

ALGUM ASSOCIADO O INDICOU PARA SE FILIAR À UNAFISCO?


SIM

NÃO

ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]