Unafisco - Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil
São Paulo, 25 de maio de 2019 Hora Certa 08h56

ÁREA RESTRITAÁREA RESTRITA

esqueci minha senha

Notícias

Tamanho da Fonte    -A   A   +A
  • Compartilhe

  • Imprimir

09/05/2019 15:08:00

Os ricos da Reforma da Previdência: quem ganha mais de R$ 2.231



O economista e ex-banqueiro Eduardo Moreira separou apenas dois pontos da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 6/2019 para comprovar, com números do próprio governo, que a Reforma da Previdência não cortará privilégios nem promoverá igualdade de regras para ricos e pobres.

Em um vídeo postado na última segunda-feira (6/5) em seu canal no Youtube, Moreira explicou didaticamente que a proposta de economia de mais de R$ 1 trilhão, nos próximos dez anos, vem da redução de direitos dos beneficiários do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), Benefício de Prestação Continuada (BPC) e Abono Salarial.

O economista analisou tabela feita pela equipe econômica do governo com estimativa de impacto em dez e 20 anos das medidas da PEC 6/2019. A conclusão de Moreira é que o governo economizará R$ 3,4 trilhões em 20 anos. Desse total, R$ 2.734 trilhões vem do INSS dos trabalhadores e mais pobres.

Sobre a narrativa de os servidores públicos serem os grandes responsáveis pelo déficit, o economista discordou por considerar muito baixo o valor apresentado na tabela supracitada. Segundo Moreira, as alíquotas maiores representam R$ 16 bilhões e cairão pela metade, nos dez anos seguintes.

“O que você chama de corte de privilégio, que nesses primeiros dez anos já é super pequeno, nos dez anos seguintes vira zero praticamente. E aquilo que não é privilégio vira quase 94% da economia, que é muito maior.”

Moreira também alertou sobre os itens 50 e 51 da PEC no quais o governo define como ricos os trabalhadores com salários de R$ 2.231 e pobres quem recebe R$ 1.251. “Talvez você seja o rico aos olhos do governo  e não sabe. Tá aqui defendendo o corte do privilégio dos ricos sem saber que o rico que vai pagar essa conta é você.”

 

Abaixo, assista ao vídeo:

Manter o elemento P

Ver todas as notícias


ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]

Valor da mensalidade da Unafisco
Para ativos e aposentados: R$ 95,56.
Para pensionistas: R$ 71,67.

Por gentileza, antes de continuar, responda à questão abaixo:

ALGUM ASSOCIADO O INDICOU PARA SE FILIAR À UNAFISCO?


SIM

NÃO

ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]