Título: A dívida de Neymar com a Receita Federal
Publicação: Blog do Juca Kfouri
Autor: Juca Kfouri
Data: 5/1/2021

No último Posse de Bola, na segunda-feira (4), ao comentar a foto de Neymar com o “senador das rachadinhas”, Flávio Bolsonaro, dei uma informação incorreta que cabe corrigir.

Disse que “O governo federal o eximiu de pagar uma quantia enorme para a Receita Federal, é público e notório, foi lá o pai dele conversar com o presidente da República”.

Que o pai esteve com o presidente é correto, no dia 17 de abril de 2019, que o governo o tenha eximido, não.

O processo na Receita Federal segue em andamento.

O cálculo do acórdão do CARF, o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais do Ministério da Economia, mostrava dívida, à época, de R$ 69 milhões, montante que Neymar queria reduzir para R$ 10 milhões, razão da visita de seu pai.

Mas a Receita Federal ainda se mantém republicana e a redução não foi aceita, razão pela qual Neymar entrou com ação judicial (5007950-10.2019.4.03.6104) para discutir a questão.

A bola, ou a bolada, portanto, segue nos pés da Justiça.